23 de janeiro de 2008

Red Hat Linux teve mais falhas do que o Windows


Um relatório da empresa de segurança Secunia, que avaliou o ano de 2007, afirma que o número de falhas encontradas na distribuição Red Hat Linux foi maior que nos sistemas operacionais da Microsoft.
No relatório, a Secunia também critica a Computer Associates (CA) pela qualidade nos códigos de seus antivírus, afirmando que os problemas estariam expondo os produtos da CA a vulnerabilidades.
A Secunia verificou que a CA foi a líder no número de vulnerabilidades entre as empresas, com 187 ao longo do ano, seguida pela Symantec com 73, Trend Micro com 34, ClamAV com 15, MacAfee com 13 e F-Secure com 6.
Os altos índices da Symantec e da CA são atribuídos a sua variedade de produtos, afirma a Secunia. Contudo, a maioria das falhas da CA estava relacionada “aos problemas nos códigos de alguns produtos”, afirma o relatório (em pdf).
Os sistemas operacionais monitorados pela Secunia incluem o Windows (98 e superiores), Mac OS X, HP-UX 10.x e 11.x, Solaris 8, 9 e 10 e o Red Hat (sem incluir o Fedora). O Red Hat foi o que apresentou mais vulnerabilidades ao longo do ano (633) com 99% delas em componentes de terceiros. As distribuições Linux geralmente são compostas por softwares de terceiros, que são integradas pelo distribuidor.
A Red Hat refutou a pesquisa, afirmando que o número correto de vulnerabilidades deveria ser 404 para 2007.
O Windows teve somente 123 falhas, mas 96% delas estavam relacionadas diretamente ao sistema operacional.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Twitter

Seguidores

Comentários recentes

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

  ©Template by Dicas Blogger, modificado por InfoBlogui.

TOPO